BENEFÍCIOS DA SUPLEMENTAÇÃO COM GLUTAMINA

Série SUPLEMENTAR

Você sabe o que é Glutamina? Para que ela serve e qual é a sua função como suplementação alimentar? Para fechar a nossa série SUPLEMENTAR, o TicketRun Blog responde essas perguntar para você, corredor de plantão!

A Glutamina é um suplemento muito conhecido no mercado. Também conhecida como l-glutamina ou glutamine, assim como o BCAA, ela é um aminoácido não-essencial, o qual representa cerca de 61% do tecido muscular esquelético.

Estudos provaram que os músculos são formados em torno de 60% por Glutamina. Ela pode ser encontrada em abundância em diversos órgãos e é fundamental para diversas funcionalidades de nosso organismo – por isso é tão importante incluí-la na sua rotina alimentar como runner. Este suplemento consiste em 19% nitrogênio e é o principal transportador de amônia e nitrogênio para as nossas células musculares. Esse processo beneficia o processo de ganho de massa magra, para aqueles que desejam hipertrofia.

Ela é fundamental como suplementação para atletas de Endurance, que são os esportes de longa duração, intensidade e resistência, para pacientes pré e pós-cirúrgicos, entre outras patologias. Atletas e pessoas que praticam atividades físicas, no geral, devem priorizar a suplementação com glutamina para evitar períodos de catabolismo e manter regulado o metabolismo, sem perda de massa magra.

 

Benefícios da Glutamina

Pesquisas afirmam que Glutamina pode contribuir para a melhor eficiência na função mental, pois é transformada em ácido glutâmico favorecendo a síntese de GABA, um dos neurotransmissores mais importantes do nosso organismo.

O overtraining é causado pela deficiência de Glutamina. Por isso ela é utilizada como fonte energética para o nosso sistema imunológico, o que beneficia também nos períodos de fadiga muscular após treinos mais pesados.

Além disso, a Glutamina é essencialmente importante para:

  • Contribuir para o melhor funcionamento do intestino;
  • Contribuir na melhor absorção dos nutrientes oferecidos na alimentação;
  • Auxiliar no desequilíbrio de hormônios após desgastes excessivos dos treinos;
  • Diminui a probabilidade de surgimento de doenças degenerativas;
  • Controle dos níveis de açúcar na corrente sanguínea;
  • Auxiliar nas atividades da memória e concentração.
  • Favorece a eliminação de amônia do organismo após os exercícios físicos.

 

Atenção: Estudos indicam que o uso da Glutamina deve ser evitado por pessoas com diabetes, pois seu organismo se comporta de forma diferente durante a metabolização deste aminoácido.

O quanto devo consumir?

A dosagem mínima de 5g por dia já pode contribuir para o processo, mas atletas e pessoas fisicamente ativas devem ingerir no máximo 20g de Glutamina por dia.

De acordo com estudos, os melhores horários para consumo são:

No início da manhã: com 5g de Glutamina em jejum seu organismo pode intensificar o transporte de Glicogênio.

Antes do treino: de 4 a 8g pelo menos 30 minutos antes do treino para evitar a fadiga e a catabolização.

Pós-treino: consumir 5g pelo menos para uma recuperação muscular mais eficiente. Recomenda-se consumir imediatamente após o treino.

Na ceia: Ingerir 5g na última refeição do dia para auxiliar a produção do hormônio do crescimento durante a noite, enquanto estiver dormindo, e seus músculos permanecerão em estado anabólico.

Atenção: consumir mais de 40g de glutamina por dia pode causar náuseas e dores abdominais.

Consulte seu nutricionista, acerte na suplementação e dispare nos seus treinos!

Garanta os seus suplementos na Loja TicketRun online.

Deixe uma resposta